Em formação

7 dicas para promover autonomia em crianças

7 dicas para promover autonomia em crianças

O desenvolvimento da autonomia é uma prioridade na educação das crianças. Graças ao aumento de sua autonomia, a criança poderá realizar por si mesma e sem a ajuda de outras pessoas as tarefas que são típicas de sua idade.

O hábito da autonomia das crianças permitirá que sejam independentes e irá equipá-los com a iniciativa necessária para progredir em sua aprendizagem e administrar satisfatoriamente seu relacionamento com os outros.

A autonomia de aprendizagem depende de dois fatores:

- O ritmo maturacional da criança, uma vez que nem todas as crianças se desenvolvem da mesma maneira ou ao mesmo tempo.

- A educação recebida de seus pais. Sendo este o fator mais importante e um componente que pode ser controlado.

É importante que as crianças realizem de forma independente quantas atividades puderem fazer sozinhas e em segurança. Essas tarefas estão incluídas em hábitos de autonomia que são fundamentais em sua educação:

- Vestido. A criança deve aprender a se vestir e se despir, escolher o que vestir, cuidar de seus pertences, etc.

- Vida social. No que se refere às relações sociais, existem pequenas tarefas que a criança pode realizar em busca de independência. Hábitos como saber esperar a vez, pedir agradar, saber ouvir, cumprimentar conhecidos, etc.

- Higiene. Desde muito jovem, aprenda a controlar os vasos sanitários. É quando a fralda sai o momento-chave em que a criança parece independente. Todas as atividades relacionadas à higiene pessoal são importantes, desde escovar os dentes, lavar as mãos, etc.

- Comer. Saber usar talheres, comer sozinha, respeitar as regras da mesa, são atividades que a criança deve aprender e realizar de forma independente à medida que progride em seu desenvolvimento.

Fazer com que a criança seja autônoma é um processo em que os pais devem ser um apoio e um guia. E em que as crianças têm que se sentir seguras para aprender a tomar decisões. Para facilitar esse processo deixamos algumas dicas:

- Evite acelerar o ritmo no desenvolvimento da autonomia querendo que ele faça tudo 'sozinho' o mais rápido possível. É contraproducente exigir que a criança faça coisas sem ter atingido o grau adequado de maturidade para realizar as tarefas que lhe são solicitadas.

- Evite fazer tudo por eles. No outro extremo, podemos encontrar pais superprotetores que não permitem que os filhos façam tarefas para as quais já estão preparados. Eles não lhes dão espaço para cometer erros ou aprender com seus próprios erros. Em conclusão, a necessidade de independência da criança deve ser aceita, aceitando que a criança cresceu e dando-lhe seu próprio espaço.

- Seja comunicativo. Falar com as crianças com respeito e empatia é essencial para ensiná-las a serem autônomas. Graças a isso, a criança terá a confiança necessária com o adulto para expressar seu desejo de fazer as coisas por si mesma usando a linguagem verbal e gestual.

- Dar segurança à criança por meio do estabelecimento de limites e normas. Se a criança vive com limites claros e lógicos, isso lhe dará a segurança necessária para agir por conta própria.

- Apoie suas realizações. A criança deve sentir o apoio e o interesse dos adultos em seu ambiente à medida que suas habilidades evoluem e ela executa as tarefas com sucesso de forma independente.

- Valorize o seu esforço. Quando a criança comete erros e não avança, os adultos devem ensinar os pequenos a tolerar sua frustração e ensiná-los que, com esforço e fracassos, eles aprendem melhor.

- Ofereça cenários onde você pode praticar. Dê-lhe tarefas simples do dia a dia que a criança só possa realizar se lembrar dos passos que tem de fazer e diminua gradualmente essa ajuda, pois a criança não precisa dela.

Você pode ler mais artigos semelhantes a 7 dicas para promover autonomia em crianças, na categoria de autonomia presencial.


Vídeo: Filho Desobediente O Que Fazer (Novembro 2021).