Em formação

Brinquedos para todas as crianças

Brinquedos para todas as crianças

No mercado, a oferta de brinquedos é tão grande e variada que fica muito difícil decidir qual o mais adequado ou o melhor. O que deve ser considerado ao escolher um brinquedo para uma criança? GuiaInfantil.com preparou algumas dicas e sugestões para os pais se orientarem na escolha e compra de brinquedos para crianças.

0-6 MESES: Ela precisa de brinquedos para ajudá-la a descobrir seu corpo e distinguir diferentes texturas, formas e cores. Chocalhos, móbiles de berço, bonecos de borracha, mordedores, tapetes de atividades, etc.

7-12 MESES: O bebê começa a explorar objetos e reconhecer vozes. Bolas, bonecos de pano, brinquedos de som, tentetiesos, gangorras e andadores.

13-18 MESES: As crianças nessa idade podem andar e reconhecer as propriedades dos objetos. Cubos de aninhamento e empilhamento, bicicletas com rodas e carrinhos de bebê.

19-24 MESES: A criança fala e entende, começa a descobrir seu ambiente. Carros, bicicletas, quadros negros, pinturas, instrumentos musicais, bonecos e animais.

2-3 ANOS: Eles começam a ficar curiosos sobre nomes e imitar cenas familiares. Triciclos, pás, cubos, quebra-cabeças, pinturas, telefones e bonecos.

3-5 ANOS: A criança começa a fazer perguntas, a aprender canções e a brincar com os amigos. Bicicletas, quadros-negros, gravadores, histórias, fantoches e bonecos articulados.

6-8 ANOS: A criança sabe somar e subtrair, ler e escrever. Skates, carros de controle remoto, jogos manuais, quizzes e experimentos.

9-11 ANOS: Eles estão interessados ​​em atividades complicadas. Acessórios esportivos, jogos de estratégia e reflexão, audiovisuais, eletrônicos e experimentos.

MAIS DE 12 ANOS: Aos poucos a vontade de brincar vai desaparecendo e eles vão construindo uma identidade própria. Livros, música e videogames.

1. O brinquedo deve ser desejado pela criança.

2. Torne-o seguro. Deve ser feito de materiais que não se partam ou sejam afiados se quebrados. As cores devem ser sólidas e não tóxicas. Quanto menor a criança, maiores devem ser os brinquedos.

3. Devemos comprá-los adequados à sua idade, sempre pensando no propósito e nas atitudes que desenvolvem em nossos filhos.

4. Levemos em consideração sua personalidade: uma criança retraída precisará de jogos de socialização (vários jogadores); uma criança hiperativa encontrará jogos de atenção adequados, jogos artísticos, etc ...

5. Mantenha a simplicidade. Isso aumentaria a gama de usos que podem ser feitos dele, desenvolvendo sua fantasia e capacidade simbólica.

6. Não comprá-los para satisfazer um capricho momentâneo da criança.

7. Geralmente, eles não devem ser usados ​​para recompensar ou punir uma criança.

8. Devemos ter em mente que o excesso de brinquedos mata a fantasia e produz tédio. As crianças precisam perguntar primeiro.

9. Os familiares devem ser instruídos a não distribuir brinquedos indiscriminadamente.

10. O melhor brinquedo não é necessariamente o mais caro.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Brinquedos para todas as crianças, na categoria Brinquedos no local.


Vídeo: LUCCAS E GI ESCOVANDO O DENTÃO!!! VÍDEO EDUCACIONAL PARA CRIANÇAS COM HÁBITOS SAUDÁVEIS (Dezembro 2021).